Quinta, 16 de Setembro de 2021
30°

Nuvens esparsas

João Pessoa - PB

Cidades Alhandra

Prefeito de Alhandra paga primeira parcela de dívida previdenciária deixada por gestão anterior que chega a mais de 26 milhões de reais; os débitos comprometiam a saúde financeira do IPEMAD

O prefeito de Alhandra, Marcelo Rodrigues, pagou nesta segunda-feira(30)

01/09/2021 às 19h30
Por: Valdemir Zilan Fonte: Assessoria
Compartilhe:
Prefeito de Alhandra paga primeira parcela de dívida previdenciária deixada por gestão anterior que chega a mais de 26 milhões de reais; os débitos comprometiam a saúde financeira do IPEMAD

O prefeito de Alhandra, Marcelo Rodrigues, pagou nesta segunda-feira(30), a primeira   parcela da dívida previdenciária de quatro parcelamentos. Os débitos comprometiam a saúde financeira do Instituto de Previdência Municipal de Alhandra (IPEMAD), órgão municipal que concede e gerencia o pagamento de aposentadorias e pensões aos funcionários inativos e pensionistas de Alhandra. Somando aos parcelamentos de 2018, o município paga sete parcelamentos num total.

 

Nesta terça-feira(31), o prefeito de Alhandra, Marcelo Rodrigues, visitou o IPEMAD, e reforçou o compromisso que assumiu assinando o documento dos parcelamentos.  “Nós constatamos ao assumir a gestão em janeiro de 2021, débitos de aproximadamente 25 milhões de reais em dívidas junto ao IPEMAD que agora estamos pagando, pois não iriamos deixar o município sofrer, e firmamos um compromisso com o povo e a cidade de honrar cada compromisso de nosso município”, declarou o prefeito de Alhandra, Marcelo Rodrigues. Ele ainda disse que tem o comprometimento em  trabalhar em prol do progresso e do desenvolvimento de Alhandra.

 

A superintendente do IPEMAD, Severina Anacleto, declarou que agora os servidores efetivos podem ficar tranquilos, pois o prefeito de Alhandra, parcelou a dívida. Já começou a ser pago e a saúde financeira do IPEMAD volta a ter bons dias. “O IPEMAD zela pelos interesses dos servidores públicos, uma vez que, eles terão suas aposentadorias e pensões futuras asseguradas pelo órgão. Quero lembrar que em 2013, quando Marcelo Rodrigues assumiu a prefeitura, encontramos uma dívida em mais de 12 milhões de reais. Marcelo Rodrigues na época era o prefeito e fez o parcelamento dos débitos. Em um total de seis parcelamentos foram honrados durante quatro anos de gestão. Ele pagou esses parcelamentos e realizou os repasses previdenciários durante a gestão”, declarou a superintendente do IPEMAD.

Ela ainda afirmou que na gestão do ex-prefeito, Renato Mendes, não houve o pagamento regular dos parcelamentos, como também, o ex-gestor não fazia os repasses previdenciários regulares. “Por não honrar os parcelamentos e os repasses previdenciários, o ex-prefeito, tornou a dívida ainda maior. Em 2018, ele pegou os parcelamentos que não vinham sendo pagos de forma regular e fez mais três parcelamentos e mesmo assim não honrou com esses novos compromissos e repasses previdenciários. Em 30 de dezembro de 2020 ele fez os parcelamentos, com esses débitos e os repasses previdenciários que não eram pagos principalmente patronal. No último dia do ano e da gestão do ex-prefeito, 31 de dezembro de 2020, mais um parcelamento foi feito no sistema”, disse Severina.

 

Desde do início do ano, o prefeito de Alhandra vem pagando dívidas da gestão anterior, comprometendo as ações no município e também em assumir esses novos parcelamentos. Após planejamentos e reorganização dos compromissos, só agora foi possível assumir esses parcelamentos. 

 

Quando o prefeito de Alhandra, Marcelo Rodrigues, assumiu a prefeitura na primeira gestão, em 2013, fez o primeiro parcelamento, pois o município já estava endividado, por não ter repassado a contribuição previdenciária ao IPEMAD. E cumpriu com as parcelas durante toda a gestão de janeiro de 2013 a dezembro de 2016.

 

No último dia 30 de agosto, o prefeito de Alhandra pagou as primeiras parcelas de valores de Contribuição Patronal (contribuição previdenciária) devidos pelo não repasse ao Regime Próprio de Previdência Social (RPPS) dos servidores públicos, pois foram quatro parcelamentos.

 

Foram quatro termos de acordo de parcelamentos de números 00794-2021 / 00795-2021 / 00796 / 00797-2021, correspondem a R$ 16.283.070,20 (dezesseis milhões duzentos e oitenta e três mil, setenta reais e vinte centavos. Para quitar a dívida o município de Alhandra comprometeu investimentos em diversas áreas pois terá que pagar mensalmente durante 60 meses, período que corresponde a 5 anos, R$ 271.384,51(duzentos e setenta e um mil, trezentos e oitenta e quatro reais e cinquenta e um centavos).

 

O acordo 00795/2021 corresponde ao custo especial que não foi repassado ao IPEMAD, do mês de janeiro a abril deste ano. Estes repasses não aconteceram devido a situação difícil economicamente que se encontrava o município.

 

De acordo com o IPEMAD, existe um débito a ser parcelado de mais de R$ 1.600.000,00 (Um milhão e seiscentos mil reais), referente a um quarto parcelamento enviado ao Ministério da Previdência no dia 31 de dezembro de 2020, que só foi aceito no dia 01 de janeiro de 2021 e aguarda documentação, para só então poder ser reparcelado. Segundo o órgão, esse parcelamento está sendo providenciado junto a prefeitura de Alhandra.

 

Além dessa dívida, desde do início da gestão atual, em janeiro deste ano, o prefeito de Alhandra, Marcelo Rodrigues, paga mais três parcelamentos do ano de 2018, que em 31 de dezembro de 2020 constavam mais de 8 milhões em dívidas.

 

São os termos 01468-2018 / 01469-2018 / 01470-2018 que somados correspondem R$ 8.636.274,59 (oito milhões, seiscentos e trinta e seis mil, duzentos e setenta e quatro reais e cinquenta e nove centavos). Essa dívida havia sido parcelada em 200 meses, assim que o atual gestor tomou posse, também assumiu o compromisso mensal de R$48.572,60(quarenta e oito mil, quinhentos e setenta e dois e sessenta centavos).

 

Quando somados, os sete parcelamos correspondem a R$319.957,12(trezentos e dezenove mil, novecentos e cinquenta e sete reais e doze centavos) por mês dos cofres públicos arcados por dívidas da gestão anterior.

 

A dívida atual que o município de Alhandra tem com o IPEMAD chega a mais de R$ 26 milhões. Dinheiro que poderia ter sido usado em investimentos para o município de Alhandra e em benefícios para a população, em educação, saúde e saneamento. 

 

fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Alhandra

 

texto: Wagner Mariano

 

foto:  Junior Silva

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
João Pessoa - PB Atualizado às 12h52 - Fonte: ClimaTempo
30°
Nuvens esparsas

Mín. 24° Máx. 29°

Sex 30°C 23°C
Sáb 28°C 23°C
Dom 29°C 23°C
Seg 29°C 22°C
Ter 30°C 22°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Ele1 - Criar site de notícias